segunda-feira, 20 de junho de 2011

Pedagogia da violência



Em tempos de valorização da carreira profissional do professor, que luta veementemente por melhorias estruturais e financeiras, o vídeo a seguir vem deturpar o verdadeiro papel deste profissional. Lembrando que esse "educador leciona" no Egito.


video


"Esse professor corrige os deveres de seus alunos e ao mesmo tempo os espanca com uma régua de madeira. Observem que ele bate mais nas meninas.

O professor já está preso, o nome dele é Magdi el-Shaar. No depoimento ele disse que "as crianças ficaram incontroláveis depois da revolução que aconteceu em janeiro de 2011, que derrubou o ditador egípcio Hosni Mubarak. Disse que os castigos físicos eram a única forma de disciplinar os alunos."






Um comentário:

  1. Não me parece que tenha havido violência com os alunos. O professor deu umas reguadas sentado e por isso a força não seria muita e a régua não é muito ameaçadora. No meu tempo as reguadas eram dadas de pé, com força, em grande número e utilizando uma palmatória a sério. E ninguém ousava segurar a régua. Aqui nada disso. Os alunos não parecem muito doridos depois do castigo... As meninas mostram-se assustadas, evitam a palmada e o professor reage de forma incorreta de facto. Não me importo que os meus filhos sejam corrigidos com moderação e não há quem lhes queira melhor do que eu. Até concordo com uma reguada dada naqueles termos. Só faz bem porque evita professores desesperados e alunos sem aproveitamento por indisciplina ou preguiça.

    ResponderExcluir